Um cânone que resgata autores soterrados pelo gosto dominante

O jornalista Luís Miguel Queirós entrevistou os editores do livro "O Cânone" e comissários da exposição "Torre Literária – "Louvor e simplificação da literatura portuguesa", António M. Feijó, João R. Figueiredo e Miguel Tamen. Uma longa conversa que teve início na inauguração da Torre Literária, a exposição permanente patente na Fundação Cupertino de Miranda (FCM) e que poderá ler no Ípsilon desta semana.

Poderá adquirir o livro "O Cânone" na loja/livraria da FCM em:https://www.cupertino.pt/loja/publicacoes/detalhe/…

Consulte todas as informações sobre horários e bilheteira em: https://www.cupertino.pt/torre-literaria/apresentacao/

#FundaçãoCupertinodeMiranda #TorreLiterária #OCânone #LiteraturaPortuguesa

Um cânone que resgata autores soterrados pelo gosto dominante

Este Cânone é antes de mais um conjunto de ensaios sobre escritores portugueses. Reabilitam-se autores que andavam esquecidos, e outros mais consensuais são abordados de um ângulo imprevisto. Lidos os textos, vale a pena olhar para os nomes incluído
Ver artigo