Quartas Contemporâneas 8. Estátua do poeta António Aleixo (Parque Municipal) (1899 – 1949) Para assinalar o …

118086435 3804352919581137 1240751075821742450 O.jpg

Quartas Contemporâneas

8. Estátua do poeta António Aleixo (Parque Municipal) (1899 – 1949)

Para assinalar o quadragésimo aniversário da morte do poeta António Aleixo foi determinado inaugurar um auditório e uma escultura para homenageá-lo.

O escultor escolhido para a realização desta obra foi Lagoa Henriques. O artista foi contactado primeiramente para esculpir apenas o busto do poeta, trabalho que recusou. Depois, visitou a cidade, falou com pessoas conhecidas do poeta, inspirou-se com a escolha do local e assim nasceu a obra – o poeta António Aleixo, sentado numa cadeira, na mesma posição que se sentava tantas vezes, à mesa, no Café Calcinha enquanto improvisava os seus poemas. A escultura de pormenor, tem a seu lado uma mesa, cujo tampo tem gravado excertos da sua obra.

A escultura, feita em bronze, tem 1,42 m de altura e encontra-se no Parque Municipal de Loulé desde a sua inauguração, em 16 de novembro de 1989.
Por ser bastante agradável, o Parque Municipal foi o local escolhido para receber este monumento que valorizou ainda mais o lugar.

Helena Miguel
Helga Serôdio
Paula Policarpo

#museuloule
#loule2020
#quartascontemporaneas


Ver artigo