D. Carlos (r. 1889-1908) e o príncipe herdeiro Luís Filipe (1887-1908) morreram assassinados na Rua do Arsenal…

D. Carlos (r. 1889-1908) e o príncipe herdeiro Luís Filipe (1887-1908) morreram assassinados na Rua do Arsenal, em Lisboa, no dia 1 de fevereiro de 1908, pouco depois das 17h. No dia seguinte, o relatório ao exame do cadáver do rei indicava que a morte havia sido provocada por dois projéteis, ambos pelas costas. O príncipe Luís Filipe foi também atingido por duas balas, tendo uma delas perfurado o crânio.

Esta fotografia, uma prova fotográfica, cujo autor e data são desconhecidos, foi integrada num álbum intitulado Photographias de Lisboa, organizado por Augusto Vieira da Silva (1869-1951) em 1930. Sintomaticamente, ilustra os túmulos antes de 1933, uma vez que, a 1 de fevereiro desse ano, os monumentos funerários de D. Carlos e do príncipe Luís Filipe foram substituídos pelo túmulo duplo que hoje se conserva, da autoria do arquiteto Raul Lino (1879-1974) e acompanhado pela estátua Dor, de Francisco Franco (1885-1955).
Saiba mais sobre este acontecimento: http://www.museudelisboa.pt/atividade.html

Túmulos de El-Rei D. Carlos e do Príncipe D. Luiz Filippe
Autor desconhecido
Data desconhecida (antes de 1930)
Prova fotográfica a preto e branco sobre cartão
ML.FOT.3749.36


Ver artigo