Bordalo Pinheiro e Querubim Lapa: dois ceramistas entram num museu para uma conversa

"Quando Querubim Lapa nasceu, Rafael Bordalo Pinheiro tinha morrido há 20 anos. A distância cronológica nunca foi, contudo, impedimento — atento ao trabalho do mestre, Querubim estabeleceu desde o início um diálogo privado com Bordalo, que manteve ao longo de toda a sua carreira artística. Essa conversa, nem sempre mantida de forma evidente, foi forjando afinidades e pontos de contacto entre duas figuras que, à sua maneira, renovaram a cerâmica portuguesa."
Artigo de Rita Cipriano, do jornal Observador, sobre a exposição Pé d'Orelha. Conversas entre Bordalo e Querubim.

Bordalo Pinheiro e Querubim Lapa: dois ceramistas entram num museu para uma conversa

Um veio do desenho, outro da pintura, mas ambos encontraram na cerâmica uma extensão natural do seu trabalho. Até setembro, os dois artistas estarão à…
Ver artigo