A voz de Antígona

“Eis um texto que vem do mais remoto passado, que continua a subir à cena no século XXI, que decerto nos aguarda no futuro, onde quer que haja lei e revolta, prepotência, escândalo e coragem.” O escritor Pedro Eiras reflete sobre “Antígona”, a tragédia de Sófocles encenada por Nuno Carinhas em 2010. 📷 João Tuna

A voz de Antígona

Ver artigo