A 15 de novembro de 1853, morria a Rainha D. Maria II, com 34 anos. «A educadora» não resistiu ao parto do seu…

A 15 de novembro de 1853, morria a Rainha D. Maria II, com 34 anos. «A educadora» não resistiu ao parto do seu 11º filho (nado-morto), após longas horas de sofrimento. Ao seu lado, o Rei consorte, D. Fernando, acompanhou os últimos momentos de vida da Rainha, tendo escrito no seu caderno de memórias: «Dia de tristeza e de dor. Maria, a minha bem-amada Maria, já não está entre nós; foi hoje que aprouve aos céus tirá-la dos que lhe são afeiçoados, após tantos sofrimentos e angústias”.
Durante o reinado de D. Maria II – período de grande instabilidade política – o velho Antigo Regime soçobrou perante a ascensão do novo Portugal liberal. No entanto, seria preciso esperar mais de um século para que a mortalidade materna fosse uma exceção em Portugal, para todas as classes sociais.

📷D. Maria II no seu leito de morte | Sousa | Vila Viçosa, Museu-Biblioteca da Casa de Bragança


Ver artigo